Inspirações para 2017

Fim de ano é sempre corrido e significa uma agenda repleta de apresentações, encerramentos, despedidas e confraternizações. Para quem tem filhos, tem ainda as festas da escola, campeonatos de futebol e as apresentações de judô, piano, ballet, inglês, ginastica olímpica…

Depois desta loucura eu finalmente tirei as tão merecidas férias! Foi ótimo ter um tempo em família, com direito a praia, montanha, festas de fim de ano, presentes, bate papos, amigos, enfim, tudo de bom!

Aproveitei para tirar férias por completo, inclusive do Inspire-se! Mas durante esse tempo tive muitas inspirações e voltei cheia de ideias pra esse ano. Tem mais dicas de organização, de desenvolvimento pessoal, estilo de vida de autoconhecimento.

Resolvi também finalmente tirar um grande projeto da gaveta: reformar o meu apartamento! Portanto, este ano vou compartilhar com vocês o passo a passo da obra e os desafios de se fazer uma obra morando, com duas crianças… ai que medo! : |

Pra começar o ano com o pé direito, queria deixar um link de uns planners que a Camila Martins fez que são lindos e muito úteis! Eu mesma já estou usando, espero que vocês gostem.

Desejo a todos um excelente 2017, cheio de alegrias e inspirações!

Anúncios

Como Ser Mais Produtiva

Às vezes você sente que precisaria de um dia com mais de 24 horas para conseguir fazer tudo o que precisa? Então você não é a única. O pior, é que muitas pessoas acabam achando normal não ter tempo e começam a arrumar desculpas para justificar o que não conseguiram fazer.

Com a correria do dia a dia, nós assumimos tarefas demais e acabamos perdidas sem saber por onde começar. Além disso, ser produtivo e conseguir manter o foco no que estamos fazendo tem se tornado cada vez mais difícil. As interrupções vêm de toda a parte: de um colega te pedindo ajuda, dos grupos de WhatsApp, dos pedidos do chefe, dos e-mails, do telefone que toca ou de uma demanda do seu filho… e, isso não só afeta a nossa produtividade, mas também a nossa qualidade de vida.

O segredo da produtividade, segundo o pesquisador da NASA Jeffery LePine, não é trabalhar mais rápido e sim, fazer as tarefas na ordem certa. Quando terminamos uma tarefa e passamos para a próxima, uma parte daquele compromisso anterior continua na mente como forma de animação, frustração, distração ou teimosia e, esse estado de espírito, permanece depois da transição de tarefas.

Uma estratégia é diminuir ao máximo o número de transições necessárias juntando tarefas parecidas. Junte um bloco dos trabalhos que te fazem quebrar a cabeça, para aproveitar os resíduos de concentração e outro de tarefas mais simples e rápidas. Assim, o seu mindset não precisa mudar tantas vezes e uma tarefa não “contamina” a outra.

Apenda a se planejar

Para ser uma pessoa mais produtiva e mais eficiente é preciso planejar as suas atividades. Planejamento é algo que vai te ajudar a organizar a sua agenda, trazendo mais previsibilidade para o seu dia a dia e reduzindo o stress. Vai te ajudar a conseguir tempo para fazer as coisas te você gosta mas que acaba deixando de lado por pura falta de tempo.

A Silvia Pahins é mãe e empreendedora e também já deixou a sua vida desequilibrar por falta de tempo. Por isso ela desenvolveu um método que a ajudou a organizar a sua agenda e ter mais tempo para fazer as coisas que ela considera realmente importantes.

Às vezes é o sofrimento que nos motiva a buscar uma alternativa. Você também é capaz de retomar o controle da sua vida e dedicar mais tempo para as coisas que realmente importam pra você. Você também é capaz se tornar uma pessoa mais organizada, mais produtiva e mais feliz!

Espero que esse artigo tenha sido útil para você e aqui está o link do curso Produtividade em Ação que eu comentei neste artigo. Se você gostou, compartilhe e deixe o seu comentário.

 

Mais qualidade de vida

Você já chegou em casa, cansada de um dia de trabalho, querendo tomar um banho e relaxar e, no entanto, precisou respirar fundo e arrumar forças para cuidar das crianças e fazer as inúmeras atividades domésticas, antes do merecido descanso? Realmente a vida da mulher tem dupla ou tripla jornada e nós assumimos tantas atividades, que acabamos frustradas quando não dá tempo de fazer as coisas que gostaríamos.

Quem tem filhos sabe que não é moleza conciliar o trabalho com a família. As crianças demandam muita atenção e cuidados e, por essa razão, algumas mulheres acabam optando por serem mães em tempo integral. Levar os filhos para a escola, marcar pediatra, comprar roupas (porque eles não param de crescer!!!), acompanhar as tarefas, ajudar a estudar para as provas, levar para cortar o cabelo, pro inglês, futebol, ballet, piano, natação…

A lista de atividades é bem grande e, quando nos damos conta, já estamos afogadas em uma rotina corrida e estressante. Acabamos abrindo mão de fazer as coisas que são importantes para nós por pura “falta de tempo”.

A essa altura você deve estar se perguntando: “ok, mas o que tem de novo nisso?”, isso não é normal? Na verdade não tem nada de novo e essa situação é bem frequente mas, não, isso não é normal. Essa correria não é sustentável no longo prazo e acaba trazendo desarmonia para dentro da família. Mas posso te dizer que eu também já me senti assim, frustrada por não ter o tempo que eu gostaria com a minha família e para fazer as coisas que eu gosto. Então, pensando na dificuldade que as mulheres têm em dar conta de tantas atividades e como isso tem afetado o dia a dia das famílias, resolvi compartilhar com você algumas coisas que me ajudaram a ter uma vida mais organizada e, consequentemente, mais qualidade de vida.

Sucesso ou qualidade de vida?

Muitas pessoas associam uma vida atribulada como sinônimo de sucesso. Hoje em dia viver na correria se tornou uma coisa normal. Mas, na realidade, viver “sem tempo pra nada” significa que estamos ocupando o nosso tempo de forma improdutiva e tornando a nossa vida um eterno apagar de incêndios, sem parar para refletir se essa rotina nos faz feliz. Mas será que precisamos escolher entre ter qualidade de vida ou ser bem sucedida?

como-ter-uma-vida-equilibrada-entre-trabalho-e-familia

Às vezes parece difícil de acreditar, mas existe tempo para fazer tudo o que importa pra você! Para isso é preciso retomar o controle do seu tempo para viver a vida que você sempre sonhou. Equilibrar o trabalho, o tempo com a família, cuidar da saúde e ainda ter tempo livre para o seu desenvolvimento pessoal não é tarefa fácil, mas é essencial para se ter qualidade de vida e, abrir mão disso, tem um preço bem alto. Pesquisas mostram que quando estamos constantemente sob stress podem ocorrer problemas graves na nossa saúde. O stress acelera o envelhecimento, aumenta a pressão arterial, deprime o sistema imunológico, gera doenças, pode causar depressão e obesidade. Então, não se engane, não é normal viver uma vida estressante e não ter tempo!

Além disso, abrir mão de ter tempo livre não implica em ser mais produtivo. Estudos dizem inclusive que, quanto mais horas trabalhamos, menos somos produtivos. Se o tempo é o mesmo para todas as pessoas, você já se perguntou porque algumas pessoas parecem conseguir ter mais qualidade de vida que outras?

Com certeza você já ouviu falar ou até mesmo tentou usar planilhas e aplicativos para ajudar a organizar a sua agenda. No começo essas ferramentas até podem ser úteis, mas com o tempo, percebemos que elas dão mais trabalho para serem alimentadas do que ajudam na prática e acabamos desistindo delas. Na verdade não adianta usar ferramentas tradicionais de produtividade para organizar uma vida sobrecarregada. Existem outros passos fundamentais que você precisa dar antes disso.

Mas eu quero te dizer uma coisa: você também é capaz de se tornar uma mulher mais produtiva e mais feliz e, para isso, o primeiro passo é entender como você está fazendo uso do seu tempo hoje.

Entendendo o seu dia a dia

Para melhorar a sua relação com o tempo você precisa entender o que você tem feito no seu dia a dia, ou seja, como é a sua rotina. Mapeando o seu dia a dia você será capaz de identificar oportunidades de ser mais produtiva e mais feliz.

Quando queremos emagrecer, por exemplo, e procuramos ajuda de um nutricionista, a primeira coisa que ele pergunta é quais são os nossos hábitos alimentares. Muitas vezes, ele pede para inclusive para anotarmos tudo o que comemos durante alguns dias. O ato de colocar no papel o que estamos comendo, faz com que tenhamos maior consciência da qualidade da nossa alimentação.

Da mesma forma, entender a sua rotina significa colocar no papel como você está usando o seu tempo.

Agora que você já listou suas atividades analise a sua lista e pinte com uma cor diferente as que são importantes pra você. Liste também as coisas que você gostaria de fazer se tivesse tempo livre.

Essas 3 perguntas vão te ajudar a mapear a sua rotina e a entender porque você não encontra tempo para fazer o que é importante pra você:

  1. Quais são as suas atividades diárias e semanais?
  2. O que você tem feito que é importante pra você?
  3. O que é importante pra você que você não tem tido tempo para fazer?

Agora que você já fez um mapa da sua rotina e entendeu como você está utilizando o seu tempo, vou te mostrar como criar tempo na sua agenda para poder fazer algo que te dê prazer.

Criando tempo na sua agenda

Para criar tempo livre na sua agenda é preciso dizer não para algumas coisas. Isso significa que, se queremos incluir algo em nossa rotina, precisamos nos livrar de outras coisas. Definir o que fazer é uma das principais ferramentas de produtividade. É o mesmo conceito que usamos para arrumar um armário, ou um ambiente. Quem já assistiu aquele programa “Santa Ajuda”, pôde observar que a primeira tarefa é separar os objetos que usamos dos que não precisamos mais. No fundo é aplicar o conceito “mais é menos”. Se conservarmos apenas o que é importante, seremos mais organizadas e saberemos onde encontrar as coisas quando precisarmos. Da mesma forma, na nossa vida precisamos selecionar as atividades importantes e se livrar daquelas que nos ocupam, mas que não são importantes.

escolher_agenda1_4011294213359

Mas você deve estar se perguntando, como se livrar das coisas não importantes, ou até mesmo, como identificar as coisas não importantes? Afinal, se fazemos algo é por que é importante. Na verdade, fazemos porque não paramos para pensar se é importante ou não, mas simplesmente porque tem que ser feito. Dessa forma, para conseguir identificar essas atividades, pense em coisas que você pode fazer para facilitar a sua rotina. Coisas que você pode fazer diferente. Será que você pode fazer compras pela internet ao invés de ir ao supermercado? Pense nas atividades que você pode delegar para outra pessoa para que elas não dependam mais exclusivamente de você. Você já pensou em utilizar o transporte escolar ou se revezar com um vizinho para levar as crianças para a escola?

Seja criativa e pense em todas as possibilidades. Mantenha a sua mente aberta, sem se autocensurar. Essa técnica é chamada de brainstrorming, ou chuva de ideias. Depois de levantadas as ideias, selecione as que podem trazer mais ganho para sua vida.

Agora que você já identificou algumas mudanças que vão fazer com que tenha mais tempo livre para fazer o que é importante para você, vou te mostrar que planejamento não é um bicho de sete cabeças e é uma boa forma para você conseguir atingir os seus objetivos.

Aprendendo a se planejar

Algumas pessoas acham que planejar é algo complicado ou chato, mas planejamento e organização traz segurança e previsibilidade para a nossa vida. O planejamento vai te ajudar a se tornar uma pessoa mais focada. E eu não estou falando que para isso você precisa ter a sua vida controlada por uma agenda ou algum aplicativo milagroso. Precisamos aprender a gerir o nosso tempo de forma consciente e para isso precisamos de um método que seja flexível o suficiente para se adequar à uma rotina de uma mulher ocupada, com diferentes atividades e imprevistos.

Para começar a organizar a sua vida, comece com pequenas ações como por exemplo pensar no dia seguinte. Pense em pelo menos uma tarefa que você precisa realizar e pense como e qual o melhor momento de fazê-la. Depois experimente fazer uma lista de coisas que você precisa fazer. O mais importante ao se fazer uma lista é o processo mental de pensar no que precisa ser feito. Esse ato em si é um momento de planejamento, onde você escanea o cérebro em busca de informações que foram armazenadas de forma aleatória, organiza e valida essas informações. Fazer uma lista, além de nos ajudar a identificar as atividades, vai nos ajudar a separar o que é importante do que não é.

Muitas pessoas quando entendem que é possível ter mais qualidade de vida apenas reestruturando a sua rotina se sentem motivadas a mudar. Então comece hoje mesmo! Entenda o seu dia a dia mapeando a sua rotina para identificar se o que você tem feito com o seu tempo. Crie tempo na sua agenda se livrando do que não é importante para se dedicar a algo que vai te trazer momentos de prazer. Inclua o planejamento na sua vida para estruturar o seu dia a dia. Comece com pequenas mudanças, mas que farão a diferença. Você vai ver que aos poucos você vai retomar o controle do seu tempo para viver a vida que sempre sonhou.

Você também pode ser dona do seu tempo!

Espero que esse artigo tenha sido útil para você. Se você gostou, compartilhe com as suas amigas e deixe o seu comentário.

Dicas para organizar a sua agenda

Ser uma pessoa mais organizada será sempre uma vantagem. Algumas pessoas podem pensar que passar algum tempo planejando certos projetos e ações é pura perca de tempo, mas a verdade é que a organização pode ser um fator definitivo para se tornar uma pessoa mais produtiva e ter mais qualidade de vida.

A primeira coisa para organizar a sua agenda é saber o que precisa ser feito. No post “Será que sobra tempo para fazer o que é importante para nós?” eu te mostrei uma forma de estabelecer as suas prioridades, o que nem sempre é trivial. Lá eu disse que para organizar o seu tempo você precisa se livrar das atividades que representam perda de tempo para poder resolver as coisas urgentes e importantes, delegar o que não é importante e investir nas coisas que realmente importam pra você.

Nesse post eu vou passar algumas dicas práticas para lidar com as atividades do dia a dia de forma simples e eficiente. Então vamos lá!

Planeje o dia seguinte: temos tantas atividades diárias que as vezes uma mudança de planos atrapalha todo o cronograma. À noite, antes de dormir, pense nas atividades do dia seguinte. Isso vai te ajudar a não esquecer de nada e a determinar a melhor hora de fazê-las. Se forem muitos itens avalie se não tem nada que possa ser feito no dia seguinte. Opte por poucas tarefas mas que possam ser bem executadas, assim, você ficará satisfeita com o resultado e animada para resolver mais “pepinos” no dia seguinte. Mas cuidado, se você sofre de insônia, não deixe que os seus pensamentos atrapalhem o seu sono. Neste caso, fazer uma lista escrita pode te dar segurança de que não vai esquecer nada e dormir tranquila.

Faça listas, mas não dependa delas: o mais importante ao se fazer uma lista é o processo mental de pensar no que precisa ser feito. Esse ato é um momento de planejamento onde você escanea o cérebro em busca de informações que foram armazenadas de forma aleatória, organiza e valida essas informações. Muitas vezes após fazermos uma lista de compras por exemplo, nem precisamos olhar a lista novamente, pois as informações foram gravadas na nossa memória. Às vezes validamos uma informação apenas falando em voz alta o que temos que fazer ou até mesmo pensando sobre o assunto. Como eu sou uma pessoa com uma boa memória visual, a lista escrita me ajuda bastante, mas eu também faço “listas mentais” enquanto corro ou dirijo. A lista é um meio para ajudar a planejar o seu dia ou a sua semana. A armadilha é que algumas pessoas gostam tanto de fazer listas, que elas perdem horas a fio fazendo listas detalhadas e acabam não executando as tarefas. A mensagem aqui é: mais importante que uma lista bonita é uma lista eficiente (não importa o suporte, pode ser num post-it ou no celular).

Decida se exercitar quando estiver descansada: apesar de ser uma pessoa que adora fazer exercícios, tenho uma tendência em decidir que “hoje eu estou muito cansada e mereço descansar”. Quem trabalha fora tem 3 alternativas de horário para se exercitar: pela manhã antes de ir para o trabalho, na hora do almoço e no final da tarde depois do trabalho. Qualquer ser humano normal prefere dormir até mais tarde de manhã, comer na hora do almoço e descansar ou cuidar das crianças no final do dia. A decisão de se exercitar é “difícil” justamente porque ela é contra o seu metabolismo natural. Por isso, não pense antes de ir, simplesmente vá. A decisão de se exercitar precisa ser tomada no dia anterior quando estiver planejando o dia seguinte, assim você vai apenas executar uma tarefa e não decidir sobre ela. Antes de dormir prepare a bolsa para ir à academia e vá cedinho ou a leve para o trabalho, assim você evita a tomada de decisão quando está cansada.

Concilie a sua agenda com a das crianças: essa dica vale para quem tem filhos. Como somos responsáveis pela agenda das crianças, utilize-a em seu favor conciliando uma atividade delas com uma de seu interesse, seja um esporte ou uma aula de artes. Por exemplo: enquanto meus filhos estudavam à tarde eu corria de manhã antes de ir para o trabalho, agora que eles têm aulas de futebol no final da tarde, eu vou pra academia enquanto eles jogam.

Use o seu tempo morto: quando pensamos nas atividades muitas vezes desistimos de fazer algo porque não temos tempo. Quanto tempo você leva com deslocamento, tarefas de casa, em filas de espera ou até mesmo se exercitando? O tempo morto são todos os momentos do seu dia que não são produtivos e que você pode utilizá-los para fazer coisas produtivas. Que tal aprender uma língua, ouvir um áudio book ou até mesmo ler um livro usando o seu tempo morto? Hoje em dia você pode usar o celular e ouvir arquivos de áudio enquanto você faz compras, dirige, corre ou ainda na sala de espera de um consultório médico.

Valorize suas conquistas: depois que você conseguiu realizar tudo que planejou para o seu dia nada mais justo que você dedique alguns momentos fazendo o que você gosta. Se dê ao direito de ler um livro, ir ao cinema ou sair com os amigos e aos poucos vá incluído essas atividades na sua agenda.

Espero que essas dicas sejam úteis pra você assim como elas são pra mim e pra minha família. Se você gostou desse post, deixe o seu comentário. Se você tem alguma sugestão, compartilhe com a gente. Vamos adorar saber como você faz para organizar o seu dia a dia!