Inspiração

O Inspire-se surgiu de um momento de inquietação. De repente me bateu uma tristeza, sabe daquelas que dá quando a gente tem TPM? Pois é, desse tipo. Mas eu não sou de ficar triste sem motivo, então resolvi investigar. Como diriam os meus filhos: essa é uma missão para os “Detetives do Prédio Azul”!

No meu momento autoanálise, comecei me perguntando: quem eu sou? O que eu quero da vida? Qual o meu legado? Aí dá logo desespero… acho que eu não sei responder isso…. sei lá quem eu sou, não tem uma perguntinha mais fácil?

Tudo bem, inspire fundo e vamos com calma!

Quando nos perguntamos quem somos, logo vem na nossa cabeça as escolas que fizemos, os títulos que conquistamos, as empresas que trabalhamos… mas será que é isso que somos? Isso são as coisas que fizemos e não quem verdadeiramente somos. Para responder quem somos, temos que nos despir do que fizemos ou conquistamos e olhar pra dentro, pra criança que existe em nós.

Olhando pra trás e analisando as coisas que eu fiz, me dei conta que já fiz muitas coisas (acho que estou ficando velha mesmo…) e acho que independente do resultado, o mais importante foram as pessoas que encontrei no caminho e que fizeram parte da minha história.

Bom, chega de blábláblá e vamos ao que interessa, o resultado desta reflexão: cheguei à conclusão de que sou uma pessoa feliz!

“Sou inquieta, curiosa e criativa, otimista e realista. Sou amiga, acredito nas pessoas e no que elas têm de melhor. Sou objetiva, determinada e persistente. Sou comunicativa e adoro me relacionar com pessoas interessantes. Sou mãe de dois filhos lindos, levados e inteligentes que me tiram do sério e me obrigam a me reinventar a todo o momento. Sou uma profissional competente e multidisciplinar. Sou disciplinada, adoro aprender coisas novas, ver coisas novas, conhecer novos lugares e também voltar naqueles que eu mais gostei. Sou muito bem casada com um homem bonito que eu amo e que me ama, que é meu companheiro e ainda por cima adora lavar a louça! Tenho amigos verdadeiros e muitas pessoas importantes que passaram pela minha vida. Amo a vida com toda a sua intensidade e prefiro acreditar que melhor do que se lamentar é fazer algo para melhorar.”

Então, mãos à obra! Vamos fazer algo pra melhorar! Ok, mas fazer o que mesmo? É que eu esqueci de responder as outras perguntas. O que eu quero da vida?

Outra pergunta difícil…. acho que eu já tenho tudo que eu quero. Casa, carro, emprego, marido, filhos e o melhor cão do mundo, o Timba! Uma mãezona, irmãs e um pai maluco (até porque não existe família perfeita nem em contos de fada). Vai ver que é o meu pai que está me tirando o sono… é realmente eu queria ter uma relação mais saudável com o meu pai, mas como consertar o meu pai? Impossível! Melhor deixar essa estória pra lá e esperar a TPM passar.

O problema é que ela volta todo o mês para me lembrar que tem algo que está me incomodando…. Por causa de um projeto no trabalho comecei a ler um livro muito interessante sobre gestão da mudança chamado Switch, How to Change Things when Chang is Hard do Chip & Dan Heath. Logo depois comecei a ler um livro do Daniel Goleman chamado FOCUS que um amigo me emprestou e foi divagando pela internet com a mente aberta, procurando tópicos de meu interesse que eu me deparei com o seguinte texto da Claudia Riecken que diz:

“usar os seus talentos é uma questão de solidariedade com sua felicidade pessoal. Talentos não utilizados se transformam em sintomas. Portanto, é imperativo, para estar em sintonia com seu desenvolvimento (sustentável), conhecer a si mesmo. Saber seus sonhos, e ousar sonhá-los. Considerar com seriedade suas características, e administrar a dor e a delícia de ser o que somos – requer atenção. Estudo, coaching, orientação, experiências. Descobri, por ser terapeuta, e estudar o interior das pessoas, que elas se julgam muito, de formas distintas, e acabam presas no seu desenvolvimento (interrompido!) por se condenarem antes de tentar resolver as coisas com uma estratégia pessoal…”

Esse texto me pegou em cheio. Acho que eu tenho que voltar para a minha autoanálise para descobrir o meu talento…. Inspire fundo 3 vezes e vamos lá, rumo à terceira pergunta: Qual o meu legado? Aí dá vontade de desistir novamente, é uma mais difícil que a outra! Mas como persistência é o meu lema, eu levei em frente a reflexão.

Em 2015 eu fiz um mestrado na França e como parte do mestrado em aviação, fiz um estágio na Airbus que durou cerca de 6 meses. Como despedida, preparei um café da manhã com algumas especialidades brasileiras (brigadeiro e bolo de banana com calda de chocolate) para levar um pouco da nossa cultura. Acabou sendo um evento bem legal e ganhei algumas lembranças como uma linda caneca, chocolates chiques e deliciosos, uma maquete do A380 e um cartão assinado por todos. Já em casa peguei o cartão e me emocionei ao ler as mensagens dos colegas, especialmente a mensagem da secretária que me ajudou bastante com o meu francês. Ela escreveu: “Obrigada pelo seu sol e pela sua alegria…” e aquilo me tocou profundamente. Eu fui apenas eu e tive uma convivência mínima com aquelas pessoas! Como assim obrigada? Eu é que tenho que agradecer!

Durante a minha reflexão sobre o meu legado, lembrei desse e de outros momentos que as pessoas me procuraram para pedir ajuda ou simplesmente para desabafar… acho que nessa correria do dia-a-dia, perdemos a capacidade de ouvir (aliás, o principal problema do meu pai!). Por me destacar nas reuniões de trabalho por minhas habilidades de negociação, apaziguando ânimos, paixões e trazendo equilíbrio e consenso, cheguei à conclusão de que o meu legado é influenciar as pessoas positivamente. É compartilhar esse meu sol e alegria de viver de forma a trazer conforto e quem sabe ajudá-las nos momentos difíceis. Trazer a esperança de que, não importa a dificuldade, dias melhores virão e quem sabe, ajudá-las a descobrir seus próprios talentos!

Eureka! É isso que está me incomodando! O meu trabalho hoje não me oferece as oportunidades de influenciar as pessoas como um dia eu já fiz! Então acho que é hora de fazer as malas e mudar de emprego… é isso! Mas aí vem outras questões e o meu lado prático. Seja realista: o país está em crise! Melhor ficar quieta no seu canto e esquecer essa história de legado. De repente é melhor você se contentar a influenciar os seus filhos e o Timba!

Mas eu sou criativa, vamos lá: como influenciar as pessoas sem necessariamente encontrar com elas? E a resposta veio com facilidade: da mesma forma que eu me inspirei a partir do texto da Claudia! internet!

E assim surgiu o inspire-se. Um espaço para compartilhar ideias, alegrias e frustrações e descobrir respostas para os nossos dilemas e caminhos para nos tornarmos seres humanos melhores.

Espero que você goste! Leia, participe, compartilhe, inspire-se!

Anúncios

5 comentários em “Inspiração

Adicione o seu

  1. Sol é a palavra que mais te define. Brilhante é o mínimo que se pode dizer de você. Sou suspeitissima para falar, mas, desde sempre, soube que você iria chegar lá. Foco total, raro de se ver.
    Não sou íntima de blogues, mas me apaixonei pelos temas. Viagens, curiosidades e auto conhecimento são a minha praia. Bora trocar experiências. Vida longa ao Inspire-se!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Rafinha, sua linda!!
    Você é a inspiração em pessoa!! Sua presenca contagia e alegra a todos!
    Agora, quero saber de vai contar pra gente seu segredo de conseguir fazer tudo mais um pouco!😍
    Bjo amiga!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Faz pouco tempo, vi alguns trabalhos da ELY HEIL, Artista Plástica, Escultora e Poeta. Ela diz:” Sou como um olho d’água- quando tapa aqui aparece ali.” Uma inquietação constante. Será assim com você?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s