6 Dicas para Facilitar a sua Mudança para a França Levando sua Família

 

Durante aquela viagem de férias para o exterior, passeando pelas ruas de um lugar totalmente novo, você de repente se pega pensando: como seria morar neste lugar? E dá um friozinho na barriga só de imaginar como seria uma vida totalmente nova… e você se pergunta, e se surgisse a oportunidade de estudar ou trabalhar no exterior? Será que eu iria?

Pois é, um belo dia o meu chefe me chamou e disse: você foi selecionada para fazer um mestrado na França, você quer ir? E completou: selecionamos duas pessoas do nosso time e só uma vai. Eu preciso saber se você quer realmente ir senão vou dar a vaga para a outra pessoa.” Aí o coração bateu forte e deu aquele nó na garganta…. e respondi: “claro, eu quero sim!”.

E, voilà! Foi assim que embarcamos no que veio a ser a maior aventura das nossas vidas. Cheios de expectativas, medos e sonhos, eu, meu marido e os meus dois filhos, fizemos as malas e fomos desbravar a França e tudo o que ela tinha para nos oferecer!

Depois de tomada a decisão de morar fora, a cabeça fica a mil pensando no que temos que fazer. Comprar passagens, tirar passaporte, vender o carro, cancelar a TV a cabo, alugar apartamento, conseguir escola para as crianças, enfim, uma lista interminável! Ai meu Deus, por onde começar? Aí vem a ansiedade e a sensação de que não vai dar tempo, de que não vamos conseguir.

Para te inspirar a embarcar na sua viagem dos sonhos, preparei este post compartilhando as coisas que eu vivi e aprendi com essa experiência. Aqui vão 6 dicas para você organizar a sua viagem e aprender a lidar com a sua ansiedade e com a dos seus familiares e amigos. Sim, porque não é só você que vai ser afetado com a sua partida e cada um vai reagir à notícia de uma forma diferente. Mas, o mais importante é: não entre em pânico, tudo vai dar certo!

  1. Seja firme: ouça com carinho a opinião das pessoas mais próximas e aproveite as ajudas que elas te oferecerem. Talvez você tenha que enfrentar algumas situações como uma mãe que não suporta a possibilidade de morar longe de você, um irmão que sente inveja, mesmo que ele tenha ficado feliz pela sua conquista, um filho que diz que não quer ir ou até um cônjuge que não aceita muito a situação. Tente mostrar como aquela experiência pode ser boa pra vocês, mas tenha em mente o seu objetivo e não se deixe influenciar negativamente.
  1. Faça uma lista: como são muitas providências a tomar, liste todas as coisas que te vierem à cabeça, mesmo as menos importantes. Isso vai fazer com que a sua ansiedade diminua, pois não vai precisar confiar somente na sua memória e poderá dormir mais tranquilo.
  1. Foque no essencial: seja prático e realista: não vai dar tempo de executar tudo o que você gostaria, então classifique os itens separando o que precisa fazer para viabilizar a viagem, ou seja os itens “no go”, o que você precisa fazer no Brasil antes de ir e o que você só vai conseguir fazer quando chegar lá.
  1. Providências essenciais: os itens “no go” são aqueles que vão viabilizar a sua viagem e sem os quais você não conseguirá embarcar. Em geral são os documentos relativos à sua escola ou trabalho, passaporte, passagem aérea e seguro viagem para toda a família. Quando finalmente embarcar é como se passasse num “portal estelar”, onde o Brasil fica pra trás e várias portas se abrem no seu destino. Então confie e foque no essencial! Para saber mais sobre o que você precisa fazer para viabilizar a sua viagem, leia o meu post Providências Essenciais para Viajar para uma Temporada na França.
  1. Providências no Brasil: pense no que pretende fazer com as suas coisas no Brasil que geram gastos mensais ou que podem gerar alguma renda enquanto estiver fora: carro, casa, vaga de garagem, título de clube, contas de telefone, luz, etc. Se livre do maior número de despesas possível e providencie uma procuração para uma pessoa de confiança para ela poder tomar algumas providências na sua ausência, caso seja necessário. Para saber mais sobre as providências no Brasil, leia o meu post Como se preparar para morar fora.
  1. Providências na França: ficamos muito ansiosos com a viagem e com as pessoas nos perguntando: já está tudo pronto? Já sabe onde vão morar? Onde as crianças vão estudar? Tenha em mente que você não vai conseguir resolver as coisas na França à distância! Tudo lá é burocrático e deve ser feito presencialmente. Para um simples contrato de aluguel eles vão te exigir uma porção de documentos e “investigar” sobre a sua vida para saber se é uma pessoa idônea. Se informe na internet o máximo que conseguir mas fique tranquilo se não conseguir fazer nada daqui. Foque nos itens “no go” e nos itens que você tem condição de resolver aqui. Quando chegar lá, abra logo uma conta no banco e contrate um plano de celular para poder se comunicar. Depois, defina a sua moradia, a escola para as crianças e por último contrate os seguros obrigatórios de saúde, do apartamento e o seguro escolar. Para saber mais sobre as providências na França, leia o meu post O que você precisa fazer para morar na França.

É, realmente é muita coisa! Mas não desanime, tudo vai valer a pena! Inspire fundo, arregace as mangas e vá em frente.

Se gostou deste post ou tem alguma sugestão, compartilhe e deixe seu comentário!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s